Regulador britânico acusa Mercedes de violar lei de concorrência

quinta-feira, 28 de junho de 2012 09:33 BRT
 

LONDRES, 28 Jun (Reuters) - O órgão britânico de defesa do consumidor disse nesta quinta-feira a montadora alemã Mercedes-Benz e cinco concessionárias no no Reino Unido de infringirem a lei de concorrência ao realizarem cooperações ilegais.

O Gabinete de Comércio Justo (OFT, na sigla inglês) afirmou que a unidade do grupo automotivo alemão Daimler e cinco concessionárias britânicas de caminhões e vans fizeram combinação de preços e compartilhamento de informações comerciais privilegiadas entre 2007 e 2010.

O OFT disse que cada suposta irregularidade envolvia duas ou três concessionárias e que o parecer preliminar atesta que a Mercedes-Benz participou de duas das supostas ilegalidades.

"O conteúdo detalhado de cada conluio se difere entre os cinco supostos casos, mas todos contêm, em diferentes graus, pelo menos um elemento de demarcação de mercado, combinação de preços e/ou troca de informação comercial privilegiada", afirmou o OFT.

O caso envolve concessionárias no norte da Inglaterra, em Gales e na Escócia.

O OFT ressaltou que o parecer é preliminar e que as partes terão o direito de se pronunciar antes o regulador concluir se houve ou não infração de lei de concorrência.

"Pela primeira vezes temos informações detalhadas sobre a investigação do OFT. Vamos analisar a informação e então nos pronunciar ao OFT", afirmou a Mercedes-Benz do Reino Unido.

(Por Rhys Jones)