México suspende acordo tarifário automotivo com a Argentina

quinta-feira, 5 de julho de 2012 20:38 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO, 5 Jul (Reuters) - O México suspendeu um acordo de tarifa-zero com a Argentina sobre automóveis em uma disputa comercial após a decisão do governo argentino de sair de um pacto de comércio automotivo entre os dois países.

Francisco de Rosenzweig, subsecretário mexicano para comércio exterior, disse nesta quinta-feira que a medida começou efetivamente em 26 de junho.

O México disse em 25 de junho que a Argentina havia saído do pacto comercial automotivo por causa das condições do acordo.

"O México está adotando uma ação recíproca", afirmou Rosenweig.

As importações da Argentina para o México vão estar agora sujeitas a uma tarifa de 20 por cento sobre veículos leves e entre zero e 20 por cento para autopeças e máquinas, disse Rosenweig.

Quando a Argentina saiu do pacto, os carros mexicanos estavam sujeitos a uma tarifa de 35 por cento sobre veículos e uma faixa de tarifas sobre peças e maquinários na Argentina.

Anteriormente, o México disse que estava preparando um processo contra a nação argentina ante à Organização Mundial do Comércio por causa de medidas protecionistas.

Em março, a Argentina afirmou que estava buscando termos mais favoráveis em um acordo, conhecido como ACE-55, visando a seguir o Brasil, que ganhou concessões para limitar o número de carros exportados pelo México.

Na ocasião, o governo do México disse que não iria renegociar o pacto automotivo dfirmado com a Argentina em 2002.

(Por Adriana Barrera)