Demanda por óleo de palma deve aumentar por alta no óleo de soja

segunda-feira, 16 de julho de 2012 16:38 BRT
 

AMSTERDÃ, 16 Jul (Reuters) - Um grande aumento nos preços do óleo de soja deve estimular a demanda europeia pelo óleo de palma, mais barato, elevando seus preços, mas qualquer agravamento da crise na zona do euro pode limitar os ganhos, disseram traders.

Os preços do óleo de soja no mercado europeu de óleo vegetais subiram 15 por cento sobre o mês anterior, para 1.055 euros por tonelada nesta segunda-feira, ante 916 euros em 16 de junho.

No mesmo período, os preços do óleo de palma cru subiram 7 por cento, indo de 967 dólares por tonelada para 1.037 dólares.

"O spread do óleo de soja está aumentando, o que pode provocar aumento da demanda (por óleo de palma), mas a crise econômica na Europa pode pressionar para baixo os preços", disse um trader.

"Se a crise se agravar, as pessoas podem entrar em pânico e se retirar do mercado, buscando investimentos mais seguros, como o ouro."

"O mercado está muito difícil ultimamente", disse outro trader.

A Dutch Board for Margarine Fats and Oils, câmara holandesa de óleos, disse em fevereiro que previa uma fraca demanda por óleo de palma na União Europeia neste ano, com os maiores consumidores --a indústria de processamento de alimentos e os produtores de biocombustíveis-- enfrentando dificuldades como o aumento dos preços das matérias-primas e a queda na demanda, devido a crise econômica.

Os futuros da soja na bolsa de Chicago (CBOT) atingiram novas altas nesta segunda-feira, com a pior seca desde 1988 deteriorando as lavouras de importantes áreas de cultivo dos Estados Unidos, maior produtor mundial de soja.

O clima desfavorável na região do Mar Negro, importante exportador mundial, é um fatores que dá suporte para os preços de todos os grãos e oleaginosas.   Continuação...