Governo Dilma tem avaliação positiva de 56,6%, mostra CNT

sexta-feira, 3 de agosto de 2012 21:55 BRT
 

SÃO PAULO, 3 Ago (Reuters) - A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff chegou a 56,6 por cento em julho, impulsionada principalmente pela confiança das pessoas na economia brasileira, mostrou pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada nesta sexta-feira.

Apesar dos efeitos da crise internacional no desempenho da economia brasileira, os entrevistados demonstram otimismo em relação à geração de emprego, o aumento da renda e do poder de compra.

"A sociedade não está preocupada com o cenário internacional e com as notícias de crise. Aliado a isso, tem a percepção de que a presidente está administrando bem o país", afirmou o presidente da CNT, senador Clésio Andrade (PMDB-MG) ao divulgar a pesquisa. .

Esta é a primeira pesquisa de opinião divulgada pela CNT desde agosto do ano passado, quando a entidade deixou de divulgar levantamento realizado em parceria com o instituto de pesquisa Sensus. Em agosto do ano passado, a avaliação positiva do governo Dilma estava 49,2 por cento.

A pesquisa também mostrou que para 35,5 por cento dos entrevistados, o desempenho do governo é regular, ante 37,1 por cento em agosto do ano passado, e negativa para 7 por cento, contra 9,3 por cento no levantamento anterior.

Clésio Andrade acredita que a tendência é que a avaliação positiva da presidente continue crescendo nos próximos meses, embalada pelo baixo índice de desemprego e a confianças dos consumidores.

O levantamento também apontou que a aprovação pessoal de Dilma está em 75,7 por cento, contra 70,2 por cento em agosto de 2011.

Para 49,1 por cento dos entrevistados o poder de compra está num patamar ótimo ou bom e para 52,8 por cento das pessoas essa capacidade de consumo vai aumentar até o final do ano. Outros 38 por cento acreditam que manterão o atual poder de compra.

Enquanto 38,4 por cento dos entrevistados disseram que deixaram de comprar por estarem preocupados com a crise internacional, 60,8 por cento afirmaram que os problemas externos não os impediram de consumir.   Continuação...

 
Presidente Dilma Rousseff vai para cerimônia de recepção para o presidente venezuelano, Hugo Chávez, antes de assinatura de acordo entre os dois países, no Palácio do Planalto. Avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff ficou em 56,6 por cento em julho, contra 49,2 por cento em agosto de 2011, segundo pesquisa. 31/07/2012 REUTERS/Ueslei Marcelino