Pentágono diz que livro sobre Bin Laden tem informações secretas

terça-feira, 4 de setembro de 2012 20:42 BRT
 

Por Tabassum Zakaria

WASHINGTON, 4 Set (Reuters) - Um livro escrito por um ex-militar contando a ação que resultou na morte de Osama bin Laden, em 2011, contém informações que deveriam ser secretas, disse um porta-voz do Pentágono na terça-feira, acrescentando que medidas judiciais estão sendo estudadas.

Mas um coautor da obra negou que o livro contenha qualquer informação que possa colocar em risco a segurança das forças especiais da Marinha ou as suas futuras missões.

O livro "No Easy Day" narra a sigilosa operação ao cabo da qual membros da Equipe 6 do Seal, uma força especial da Marinha, invadiram de helicóptero a casa onde Bin Laden vivia, no interior do Paquistão, e encerraram dez anos de caçada contra o fundador da rede Al Qaeda.

Ainda não está claro se o governo vai processar criminalmente o autor principal do livro, Matt Bissonnette, um dos militares que passaram a ser tratados como heróis nacionais por terem matado Bin Laden, mentor dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA. O livro, que começou a ser vendido na terça-feira, foi lançado sob o pseudônimo de "Mark Owen".

George Little, porta-voz do Pentágono, disse que é "lógico" que o livro deveria ter sido submetido ao governo antes da publicação. "Informações sensíveis e reservadas estão contidas no livro", disse Little a jornalistas.

"Quando você tem unidades de operações especiais que realizam essas missões, há táticas, técnicas e procedimentos, sem falar de vidas humanas, que estão em jogo", afirmou.

"E é o auge da irresponsabilidade não ter esse tipo de material checado quanto à possível revelação de informações reservadas. E temos preocupações muito sérias depois de revisarmos o livro."

Mas o veterano jornalista Kevin Mauren, que ajudou Bissonnette a escrever o livro, insistiu que o ex-militar foi muito cuidadoso sobre o que incluiria na obra.   Continuação...