Assessor de Romney deixa campanha para ser lobista de bancos

quinta-feira, 20 de setembro de 2012 15:23 BRT
 

Por Susan Heavey e Alexandra Alper

WASHINGTON, 20 Set (Reuters) - O ex-governador de Minnesota Tim Pawlenty deixou uma posição de liderança na campanha do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, nesta quinta-feira, para se tornar lobista de bancos de Wall Street em Washington. Ele disse que continua apoiando Romney.

Pawlenty será o chefe do grupo lobista norte-americano Financial Services Roundtable, que representa o JP Morgan Chase e o Wells Fargo, entre outras companhias financeiras.

Depois de abrir mão de sua própria pré-candidatura entre os republicanos no ano passado, Pawlenty apoiou Romney e era copresidente nacional da campanha. Pawlenty também foi preterido na escolha para ser o vice na chapa do Romney, posto que ficou com o parlamentar de Wisconsin Paul Ryan.

A saída de Pawlenty ocorre no momento em que Romney enfrenta dificuldades para estabilizar sua candidatura, depois do vazamento de um vídeo gravado sigilosamente em que ele aparece depreciando grande parte do eleitorado norte-americano.

Embora Pawlenty tenha aparecido regularmente na mídia para promover Romney, ele não foi uma figura de destaque na campanha do ex-governador de Massachusetts para a eleição de 6 de novembro contra o presidente Barack Obama, que busca a reeleição pelo Partido Democrata.

Pawlenty assume como presidente e CEO do grupo Financial Services Roundtable no dia 1o de novembro e substituirá o atual CEO, Steve Bartlett, cuja saída foi anunciada este ano.

"Reconhecendo a natureza bipartidária do Roundtable, renunciei à minha posição como copresidente nacional de Romney e continuarei, é claro, a apoiar Mitt", disse Pawlenty a jornalistas.

Ele disse que a mudança em sua carreira significa que não participará de um eventual governo Romney se o candidato republicano vencer a eleição.

"Embora eu lamente que ele não possa continuar como copresidente de minha campanha, o novo cargo dele fazendo avançar a integridade do nosso sistema financeiro é vital para o futuro de nosso país. Eu o parabenizo pelo novo cargo e lhe desejo todo sucesso ao executar sua nova missão", disse Romney em um comunicado.