Espanha mantém compra de biodiesel argentino mesmo após restrição

terça-feira, 2 de outubro de 2012 11:31 BRT
 

HAMBURGO, 2 Out (Reuters) - A Espanha ainda está fazendo ​​importações pesadas de biodiesel da Argentina, apesar das restrições de importação anunciadas em abril pelo governo espanhol para o produto argentino, na disputa entre os dois países sobre a empresa de energia YPF, disseram analistas da Oil World em Hamburgo nesta terça-feira.

As exportações de biodiesel da Argentina para a Espanha atingiram a maior alta em 10 meses, a 113 mil toneladas em agosto, e só abrandou em setembro porque os comerciantes aparentemente queriam adiar os embarques para se beneficiar de taxas mais baixas de impostos sobre as exportações argentinas de biocombustíveis anunciados no fim de setembro, disse a Oil World.

Os embarques de agosto foram bem acima das 83 mil toneladas de biodiesel argentino importados pela Espanha em julho e das 70 mil toneladas em junho, disse a consultoria.

Em abril, a Espanha disse que iria bloquear as importações de biodiesel da Argentina em retaliação à nacionalização da empresa de petróleo YPF pelo governo argentino.

A Espanha anunciou então um sistema de quotas para importar apenas biodiesel produzido pela União Europeia.

"As grandes importações de países de fora da UE sugerem que o governo espanhol não conseguiu ainda implementar seus planos para substituir essas importações, com um sistema de cotas de produtores de biodiesel da Europa", disse a Oil World.

"Acima de tudo, os grandes descontos nos preços do biodiesel argentino contra produtos nacionais representa um forte incentivo para importar."

(Reportagem de Michael Hogan)