Irã faz grandes compras de soja da América do Sul--Oil World

terça-feira, 2 de outubro de 2012 11:32 BRT
 

HAMBURGO, 2 Out (Reuters) - O Irã fez grandes importações de óleo de soja e de soja em grão da Argentina entre julho e setembro, uma vez que os compradores iranianos encontraram formas de realizar os pagamentos apesar das sanções do Ocidente, disseram analistas da consultoria Oil World, com sede em Hamburgo, nesta terça-feira.

O Irã importou 202 mil toneladas de óleo de soja entre julho e setembro, ante 160 mil toneladas entre abril e junho deste ano, um número reduzido pelas sanções que afetaram os embarques, estimou o Oil World.

Do total entre julho e setembro, 129 mil toneladas devem ter sido importadas da Argentina, 59 mil toneladas do Brasil e 14 mil toneladas do Paraguai, apontou a consultoria.

As sanções do Ocidente impostas ao Irã por causa de seu programa nuclear não incluem o embarque de alimentos, mas tornam extremamente difícil para os importadores do país conseguirem as cartas de crédito ou realizar transferências internacionais de fundos entre os bancos.

O Irã tem sido capaz de fazer grandes compras de trigo nas últimas semanas, a despeito das sanções, informou a Reuters na quinta-feira.

O Irã também reforçou as importações de soja nos últimos meses, disse a Oil World.

"O Irã importou aproximadamente 160 mil toneladas de soja de junho/setembro de 2012, na maior parte da Argentina", disse. "Este volume comparado a apenas 68 mil toneladas importadas entre janeiro/maio de 2012 antes que os importadores encontrassem formas de comprar grandes volumes antes de grandes sanções".

O Irã também fez grandes compras de óleo de girassol, elevando as importações entre junho-setembro de 2012 para 154 mil toneladas ante apenas 75 mil toneladas entre abril e junho de 2012, segundo a Oil World.

A Ucrânia forneceu 140 mil toneladas de julho a setembro, a Argentina vendeu 10 mil toneladas e o restante veio principalmente da Rússia, apontou a Oil World.

(Reportagem de Michael Hogan)