Datafolha mostra disputa embolada em São Paulo e empate técnico entre três

sábado, 6 de outubro de 2012 17:53 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Out (Reuters) - Na véspera da eleição, a disputa em São Paulo está embolada e não é possível determinar quem irá para o segundo turno após o pleito deste domingo, mostrou pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, que apontou empate técnico entre José Serra (PSDB), Celso Russomanno (PRB) e Fernando Haddad (PT).

Segundo o levantamento, encomendado pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo, Serra aparece na frente com 24 por cento das intenções de voto, ante 23 por cento na pesquisa anterior do instituto divulgada em 3 de outubro.

Russomanno aparece logo atrás, com 23 por cento, ante os 25 por cento apontados pela sondagem anterior. Haddad soma 20 por cento, ante os 19 por cento que tinha no levantamento anterior. Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos, os três candidatos aparecem em empate técnico.

Gabriel Chalita (PMDB) manteve os 11 por cento apontados pela pesquisa do dia 3. Soninha Francine (PPS) registrou agora os mesmos 4 por cento obtidos naquela pesquisa.

Ana Luiza (PSTU), Carlos Gianazzi (PSOL), Levy Fidelix (PRTB) e Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT), aparecem com 1 por cento das intenções de voto cada.

Oito por cento dos entrevistados disseram que votarão em branco ou anularão seus votos e 6 por cento não souberam responder.

O Datafolha também fez simulações de segundo turno para a disputa na capital paulistana.

Num eventual segundo turno entre Serra e Russomanno, o candidato do PRB seria eleito com 44 por cento dos votos, contra 37 por cento do tucano. Numa suposta disputa entre Serra e Haddad, o candidato do PSDB seria também derrotado, 45 por cento a 39 por cento.

Num cenário entre Haddad e Russomanno, o petista lidera, mas está em empate técnico com o candidato do PRB --40 por cento a 39 por cento.

O Datafolha ouviu 3.959 pessoas na capital paulista entre os dias 5 e 6 de outubro.

(Reportagem de Eduardo Simões)