10 de Outubro de 2012 / às 17:28 / em 5 anos

Nave de carga da SpaceX chega à Estação Espacial Internacional

O SpaceX Falcon 9 é lançado do Space Launch Complex 40, em Cape Canaveral, Flórida. Astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional acoplaram uma nave comercial de carga que estava em órbita nesta quarta-feira, no primeiro voo de abastecimento dos EUA para o posto orbital desde a aposentadoria dos ônibus espaciais da Nasa no ano passado. 07/10/2012 REUTERS / Michael Brown

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, Flórida, 10 Out - Astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional acoplaram uma nave comercial de carga que estava em órbita nesta quarta-feira, no primeiro voo de abastecimento dos EUA para o posto orbital desde a aposentadoria dos ônibus espaciais da Nasa no ano passado.

Depois de dois dias e meio de viagem, a nave de carga Dragon, da Space Exploration Technologies, se posicionou a 10 metros de distância do complexo espacial de pesquisa de 100 bilhões de dólares, que tem sido dependente de voos de carga russos, europeus e japoneses para o abastecimento.

O astronauta Akihiko Hoshide, então, utilizou um longo braço robótico de 17,7 metros da estação espacial para agarrar um dispositivo de fixação na lateral da cápsula por volta das 7h56 (horário de Brasília), enquanto a nave espacial voava a 402 quilômetros acima do oceano Pacífico, no noroeste do México.

"Parece que domamos o dragão", disse a comandante Sunita Williams pelo rádio para o Controle da Missão, em Houston, em referência ao nome da nave de carga.

"Nós estamos felizes em tê-la a bordo conosco. Obrigada a todos na SpaceX e a Nasa por trazê-la aqui para nós. E pelo sorvete", acrescentou.

A carga da nave inclui um freezer para transportar amostras científicas entre a estação e a Terra. Para o voo de subida, ele foi equipado com sorvete de chocolate e baunilha, um raro agrado para a tripulação em órbita.

Williams e Hoshide estavam programados para atracar a cápsula a um porto de ancoragem no módulo de conexão Harmony da estação espacial por volta das 10h40 (horário de Brasília).

A expectativa é de que ela fique anexada à estação por cerca de 18 dias, enquanto a tripulação descarrega sua carga e preenche com experimentos científicos e equipamentos que não são mais necessários no posto.

O voo é o primeiro dos 12 planejados sob um contrato de 1,6 bilhão de dólares da Nasa com a empresa privada Space Exploration Technologies, ou SpaceX, para levar carga à estação.

O segundo fornecedor de naves especiais dos EUA, a Orbital Sciences Corp, planeja estrear seu foguete Antares ainda este ano. Um voo de demonstração para a estação está previsto para fevereiro ou março.

A Nasa também está trabalhando com a SpaceX, a Boeing e a Sierra Nevada Corp para projetar táxis espaciais que possam levar tripulação para a estação, com o objetivo de quebrar o monopólio da Rússia em voos de tripulantes até 2017.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below