Portuguesa REN tem lucro maior em 2012, com aumento na base de ativos

quinta-feira, 7 de março de 2013 18:27 BRT
 

LISBOA, 7 Mar (Reuters) - O lucro líquido da portuguesa REN-Redes Energéticas Nacionais teve uma alta de 2,7 por cento em 2012, apoiado no aumento da base e remuneração dos ativos e com maior eficiência operacional.

A operadora das redes de transporte de gás e eletricidade de Portugal disse que o seu lucro líquido foi de 123,9 milhões de euros em 2012. A média das estimativas de analistas previa lucro de 130,3 milhões de euros, segundo pesquisa da Reuters.

No mesmo período, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) subiu a 514,6 milhões de euros, alta de 8,9 por cento ante 2011.

"A contribuir positivamente para os resultados da REN esteve a expansão da base de ativos, que aumentou 6,1 por cento, reflexo das entradas em exploração de novas infraestruturas, sobretudo na eletricidade e conclusão das obras de expansão do Terminal de Sines durante o primeiro semestre de 2012", disse a companhia REN.

O investimento da REN voltou a registar uma forte queda de 42,5 por cento para 201,1 milhões de euros, "devido ao abrandamento da necessidade de novas infraestruturas de gás e electricidade em Portugal", informou a empresa.

A operadora viu, em 2012, a sua estrutura acionária alterada, após o governo ter selecionado a chinesa State Grid e a Omã Oil para comprarem, respectivamente, 25 e 15 por cento da REN, no âmbito da privatização de 40 por cento prevista no resgate de 78 bilhões de euros a Portugal.

(Por Filipa Cunha Lima)