Chinesa Baosteel aumenta preços de aço em abril

sexta-feira, 8 de março de 2013 09:25 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A maior siderúrgica listada em bolsa de valores da China, Baosteel, afirmou que vai aumentar os preços de seus principais produtos com entrega para abril, indicando que vê um cenário de demanda mais forte.

A demanda por aço normalmente melhora a partir de março, conforme as atividades industriais e de construção se recuperam após o feriado do Ano Novo Lunar e da temporada de baixo consumo de inverno nas regiões que ficam no norte da China.

As decisões de preços da Baosteel normalmente definem o tom para o restante do mercado. A companhia vai aumentar os preços da bobina laminada a quente, usada principalmente na indústria, e da bobina a frio, usada pela indústria automotiva, em 150 iuans (24,11 dólares) por tonelada.

"O comércio físico no norte da China está melhorando nesta semana e, até agora, eu não vejo qualquer problema de demanda dos usuários finais nos próximos meses", disse um operador em Pequim.

Os membros da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), formados por mais de 70 grandes usinas que representam cerca de 80 por cento da produção total de aço do país, produziram um recorde de 1,7 milhão de toneladas de aço bruto por dia, em média, no final de fevereiro. O volume é 0,8 por cento maior que o registrado no período precedente.

O reajuste da Baosteel, o quarto aumento consecutivo este ano, acontece em um momento em que membros do mercado mostram preocupação que um crescimento econômico mais modesto e restrições ao mercado imobiliário possam atingir a expansão da demanda neste ano.