CORREÇÃO-Volks vê alta de 2% nas vendas de veículos leves no Brasil em 2013

terça-feira, 19 de março de 2013 08:48 BRT
 

(No texto de 18 de março, retira do 1o parágrafo referência de queda brusca na previsão de crescimento para 2013. Esclarece que previsão se mantém em cerca de 2%)

SÃO PAULO (Reuters) - A Volkswagen, maior montadora de veículos da Europa, estimou na segunda-feira crescimento de cerca de 2 por cento nas vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil este ano, afirmou o presidente da companhia no país, Thomas Schmall.

Se confirmado, este será o mais fraco crescimento de vendas do mercado brasileiro em uma década para veículos de passageiros, destacando um momento desafiador para a quarta maior montadora do mundo, que tem no Brasil um elemento importante de seu plano global de crescimento.

Em 2012, as vendas do segmento cresceram 6 por cento, dentro das expectativas de Schmall, que havia previsto em outubro expansão do mercado de automóveis e comerciais leves entre 6 e 7 por cento no ano passado.

Uma frágil recuperação econômica e fim de incentivos fiscais têm pesado sobre a demanda por carros novos no Brasil depois de uma explosão do consumo que dobrou as vendas nos últimos cinco anos.

Schmall disse que as novas regras do novo regime automotivo para encorajar mais pesquisa e desenvolvimento no país devem impulsionar os planos de investimentos da Volkswagen no Brasil, mas a expansão de fábricas como a de Taubaté (SP) vai depender das vendas.

"O projeto (em Taubaté) é bom, mas depende do mercado", disse Schmall a jornalistas em um evento que apresentou Pelé como porta-voz da Volkswagen no Brasil.

"Não vejo grandes crescimentos neste ano... As vendas de março serão um indicador-chave", afirmou.

Schmall também afirmou que a Audi provavelmente vai voltar a produzir veículos no Brasil, aderindo a um grupo de rivais que estão se concentrando no crescimento do mercado de luxo do país. O modelo A3 é o candidato mais provável para a produção local, dada a semelhança com outras plataformas da Volkswagen produzidas no Brasil.

(Por Brad Haynes)