Capitão da Inglaterra teme partida "intimidadora" contra Montenegro

domingo, 24 de março de 2013 14:48 BRT
 

PODGORICA, 24 Mar (Reuters) - Depois do que se mostrou um aquecimento suave em San Marino, a Inglaterra ruma para o território bem mais hostil de Montenegro para uma jogo vital para as eliminatórias da Copa do Mundo na terça-feira, e o capitão Steven Gerrard chamou atenção para a intimidação dos líderes do Grupo H.

Na primeira vez em que os ingleses jogaram no estádio de Podgorica, em 2011, Wayne Rooney foi expulso no empate de 2 x 2, o que o deixou de fora do início da Euro 2012.

Se com o resultado a Inglaterra se classificou para o campeonato do ano passado, sua vaga no Mundial do Brasil ainda está longe de garantida, já que a seleção está dois pontos atrás de Montenegro.

A Inglaterra é favorita para a vitória, mas Gerrard sabe que a seleção precisará de cabeça fria para evitar um contratempo danoso.

"Será uma situação de muita pressão, e não precisamos dar nenhuma desculpa para o árbitro expulsar algum de nós ou nos dar cartões amarelos desnecessários", declarou o capitão ao site oficial da federação inglesa de futebol.

"É importante que todos assumam sua responsabilidade e fiquem em campo. Ele tentarão contestar cada decisão, cada falta, e intimidar o juiz para tomar decisões precipitadas".

"Tenho certeza de que teremos um bom árbitro, que tomará decisões sensatas, mas é importante mantermos a frieza e ficarmos todos em campo".

A seleção inglesa se aqueceu para o confronto com uma lavada de 8 x 0 sobre o San Marino na sexta-feira, quando Montenegro obteve uma vitória de 1 x 0 sobre a Moldova apesar da expulsão de Milorad Pekovic, que estará ausente da partida de terça-feira.

(Reportagem de Petar Komnenic)