EXCLUSIVO-Petrobras quer vender blocos na Nigéria por US$5 bi, dizem fontes

quarta-feira, 27 de março de 2013 11:49 BRT
 

Por Denny Thomas e Joe Brock

HONG KONG/ABUJA, 27 Mar (Reuters) - A Petrobras lançou um leilão para vender suas participações em campos de petróleo na Nigéria, em uma operação que pode alcançar até 5 bilhões de dólares, em meio aos planos da companhia para levantar recursos para seu plano de investimento, disseram fontes próximas do assunto.

A companhia contratou a Standard Chartered para conduzir o processo, que deve começar nos próximos dois meses, segundo as fontes. Companhias petrolíferas da Ásia devem participar do leilão.

Representantes da Petrobras e da Standard Chartered não comentaram o assunto.

A Petrobras iniciou operações na Nigéria em 1998, em águas profundas do Delta do Níger. Os parceiros da Petrobras nos dois projetos nigerianos são Total e Chevron.

A estatal brasileira do petróleo detém uma participação de 8 por cento nos blocos em mar de Agbami, que são operados pela norte-americana Chevron, e 20 por cento de participação no projeto de Akpo, operado pela francesa Total.

A produção de petróleo nos campos de Agbami começou em 2008. A extração na área pode atingir 250 mil barris por dia, num projeto com reservas estimadas em 900 milhões de barris.

Akpo começou a produção em 2009 e a produção pode atingir 175 mil barris diários de condensado de óleo leve e 9 milhões de metros cúbicos de gás. O ativo tem reservas provadas e prováveis de 620 milhões de barris de condensado e mais de 28 bilhões de metros cúbicos de gás, de acordo com a Total.

A Petrobras tem um programa de desinvestimentos de 9,9 bilhões de dólares, de acordo com o plano de negócios de cinco anos atualizado neste mês. A estatal indicou os recursos totais das vendas de ativos devem entrar no caixa da empresa principalmente em 2013.   Continuação...