Camex avalia prorrogação de direito antidumping sobre policarbonato

quinta-feira, 4 de abril de 2013 08:10 BRT
 

SÃO PAULO, 4 Abr (Reuters) - A Câmara de Comércio Exterior resolveu iniciar uma revisão para eventual prorrogação de uma punição antidumping decidida em 2008 contra importações de resina de policarbonato originada nos Estados Unidos e na União Europeia, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Segundo a Camex, a revisão da punição que deveria se encerrar em 8 de abril foi decidida por haver "elementos suficientes que indicam que a extinção do direito antidumping (...) levaria, muito provavelmente, à continuação ou retomada do dumping e do dano dele decorrente".

O pedido de revisão foi feito em outubro do ano passado pela Unigel Plásticos, que se define como a maior produtora latino-americana de acrílicos e estirênicos.

A punição estabelecida em 2008 determinou aplicação de alíquota de 2.305 dólares por tonelada para todas as empresas fabricantes dos EUA com exceção da SABIC Innovative Plastics. No caso da União Europeia, também foi aplicado direito antidumping na forma de alíquota específica.

O policarbonato é usado em uma série de setores industriais como automotivo, eletroeletrônico e eletrodoméstico; informática; alimentício; material médico-hospitalar; e construção civil.

Para mais informações, acesse: here

(Por Alberto Alerigi Jr.)