Clima de campanha movimenta Congresso com eventos do PP e do PPS

quinta-feira, 11 de abril de 2013 17:36 BRT
 

Por Jeferson Ribeiro

BRASÍLIA, 11 Abr (Reuters) - O Congresso viveu um dia de clima de campanha eleitoral nesta quinta-feira com eventos do PP e do PPS mobilizando governistas e opositores de olho nas alianças para a disputa do ano que vem.

O senador Aécio Neves (MG), provável candidato do PSDB à Presidência em 2014, e Ideli Salvati, ministra das Relações Institucionais do governo da presidente Dilma Rousseff, que buscará a reeleição ano que vem, foram à convenção do PP que elegeu sua nova comissão executiva.

Ideli justificou sua presença dizendo que o PP, que tem cinco senadores e 37 deputados, é um importante aliado e era preciso prestigiar o evento partidário. Mas tentou despistar o interesse eleitoral com vistas à eleição de 2014.

"Essa discussão a respeito de campanha e de reeleição obviamente cada um dos partidos tomará a decisão no tempo adequado", afirmou ao ser questionada se sua presença estava relacionada à busca de apoio do PP a Dilma ano que vem.

O PP não fez parte da aliança formal de Dilma em 2010, mas comanda o Ministério das Cidades, que tem um dos maiores orçamentos da Esplanada.

Aécio, que é sobrinho do presidente de honra do PP, senador Francisco Dornelles (RJ), esperou a saída da Ideli do encontro para comparecer e discursar, pedindo abertamente inclusive o apoio da legenda.

"Não enxergo um Brasil justo e solidário sem o PSDB e o PP juntos no futuro na sua construção", disse o mineiro.

ORDEM NATURAL DAS COISAS   Continuação...