Setor siderúrgico chinês alerta contra "expectativas elevadas"

segunda-feira, 29 de abril de 2013 07:41 BRT
 

PEQUIM, 29 Abr (Reuters) - A associação que representa a indústria siderúrgica da China alertou seus membros no sábado no sentido de conterem expectativas para o restante do ano uma vez que a antecipada alta na demanda por aço pode não ser suficiente para justificar grandes aumentos de produção nos próximos meses.

Representantes da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa) afirmaram a jornalistas que o governo do país está buscando novas formas para reestruturar o setor, que ainda enfrenta grandes problemas.

A indústria siderúrgica chinesa, maior do mundo, enfrenta margens fracas e demanda lenta apesar de rumar para a temporada pico de consumo de aço, entre abril e junho. As vendas baixas na China fizeram os preços de referência do minério de ferro recuarem ao menor nível em mais de cinco semanas na sexta-feira.

O presidente da Cisa, Zhu Jimin, afirmou que os produtores não devem ser enganados por "pontos positivos", como melhora nos setores como automotivo, construção de ferrovias e naval.

"A demanda vai melhorar gradualmente, mas ao mesmo tempo é difícil ver qualquer grande aumento no consumo de aço e as expectativas das usinas não deveriam ser muito elevadas e não deveriam expandir produção cegamente", disse Zhu.

Segundo estimativas da indústria, a capacidade de produção total de aço bruto da China está se aproximando de 1 bilhão de toneladas por ano, com usinas se expandindo apesar do consumo aparente ser estimado em apenas 698 milhões de toneladas este ano. A Cisa pediu para seus membros melhorarem o "auto-controle".

"Vamos colocar desse jeito, a capacidade atual de aço pode satisfazer completamente o pico no consumo doméstico e as usinas deveriam parar com os projetos de expansão", disse Li Xinchuang, vice-secretário geral da Cisa.