Homem morre após tiroteio em aeroporto nos EUA causar pânico

quinta-feira, 2 de maio de 2013 20:21 BRT
 

Por Amanda Orr

HOUSTON, 2 Mai (Reuters) - Um homem provocou pânico na quinta-feira no aeroporto de Houston, nos Estados Unidos, ao sacar uma arma e dar um tiro para no teto. Em seguida, ele se matou ou foi morto por um agente que o confrontou.

O homem que morreu não foi identificado, mas um porta-voz policial disse que ele tinha 30 anos de idade, e que o incidente não deixou outros feridos.

Segundo esse porta-voz, o homem deu pelo menos um tiro para o alto e foi em seguida confrontado por um agente do Departamento de Segurança Doméstica que estava por perto.

O agente e o suspeito "fizeram disparos simultaneamente". O suspeito foi atingido - não se sabe se por ele mesmo ou pelo agente - e declarado morto ao ser colocado numa ambulância, disse a polícia.

Passageiros que estavam no local disseram que as pessoas correram e tentaram se esconder durante o incidente, em um dos mais movimentados aeroportos dos EUA.

Pat Price, passageiro que ocupava a praça de alimentação do terminal, disse que estava a poucos metros do incidente. "Ouvimos algo que acabou sendo tiros muito altos ... Eu e cerca de 10 pessoas mergulhamos uns por cima dos outros. Houve pânico", contou.

O terminal B do Aeroporto Intercontinental George Bush chegou a ser fechado, e voos foram suspensos por ordem da Administração Federal de Aviação. As operações de decolagem posteriormente foram retomadas.

(Reportagem de Erwin Seba, Andrea Lorenz, Amanda Orr, Jim Forsyth e Corrie MacLaggan)