Petrobras rejeita propostas para vender ativos na Argentina

sexta-feira, 24 de maio de 2013 19:53 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 24 Mai (Reuters) - A Petrobras recusou as propostas recebidas por seus ativos na Argentina e decidiu não aprovar a venda, informou a estatal nesta sexta-feira em comunicado ao mercado.

A empresa tenta se desfazer de alguns ativos no momento em que se esforça para cumprir um plano de investimentos de cerca de 236 bilhões de dólares, em cinco anos, com foco no desenvolvimento de importantes reservas do pré-sal.

"A Petrobras esclarece ainda que esta decisão não altera seu plano de desinvestimentos, conforme previsto em seu Plano de Negócios e Gestão 2013 - 2017", acrescentou a companhia, sem dar mais detalhes.

O plano atual de desinvestimentos da Petrobras é de 9,9 bilhões de dólares.

A Petrobras participa na Argentina de uma série de projetos de produção e exploração de petróleo, além de ter presença em refino e ativos de energia. A empresa detém uma refinaria na província de Buenos Aires com capacidade para processar 30 mil barris de óleo por dia.

No dia 14 de maio, a mídia da Argentina informou que a estatal brasileira havia vendido alguns de seus ativos no país, mas a presidente da companhia, Maria das Graças Foster, negou no mesmo dia a decisão.

Citando fontes anônimas, os jornais argentinos La Nación e El Cronista publicaram que a Petrobras havia vendido 51 por cento dos ativos da Petrobras Argentina para a companhia local Oil Combustibles.

A Oil Combustibles afirmou que fez uma oferta para comprar alguns ativos da Petrobras na Argentina no final do ano passado.

(Por Sabrina Lorenzi e Juliana Schincariol)