Exportações de soja do Brasil disparam após início lento--Oil World

terça-feira, 28 de maio de 2013 13:16 BRT
 

HAMBURGO, 28 Mai (Reuters) - As exportações da nova safra brasileira de soja estão subindo acentuadamente após um início lento causado por problemas de transporte, e mais da metade do total esperado para 2013 já foi enviado, disse a consultoria Oil World nesta terça-feira.

"As exportações de soja do Brasil devem ser imensas em maio", disse a Oil World. "Nós agora consideramos a possibilidade de que as exportações totais brasileiras de soja chegarão a pelo menos 8,7 milhões de toneladas em maio (ou)provavelmente 9 milhões de toneladas, em comparação com 7,3 milhões de toneladas há um ano", acrescentou a consultoria.

As exportações brasileiras de soja no acumulado das quatro primeiras semanas de maio se aproximaram de recorde histórico, somando 6,8 milhões de toneladas, informou na segunda-feira a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Os compradores ainda têm aguardado grandes exportações de uma nova safra de soja de Brasil e Argentina para aliviar um mercado global apertado. Os preços da soja atingiram máximas de todos os tempos em setembro de 2012, após uma forte seca atingir a safra norte-americana.

Mas gargalos portuários e logísticos no Brasil, além de greves, afetaram os embarques no início do ano, em meio à forte demanda global.

Caso se confirmem as previsões da Oil World, os envios em maio podem elevar as exportações brasileiras de janeiro a maio de 2013 para pelo menos 20,4 milhões de toneladas, 53 por cento das exportações totais esperadas para o ano-safra de 2013, e uma alta ante as 18,5 milhões de toneladas vistas no mesmo período de 2012, disse a Oil World.

Havia uma contínua preocupação de que conflitos laborais poderiam interromper as exportações de soja da Argentina após uma greve portuária no país encerrada na quinta-feira, disse a consultoria.

As exportações de soja do Paraguai também estão "aumentando fortemente" após uma safra melhor que o esperado, acrescentou.

A Oil World agora elevou sua previsão para a colheita de soja do Paraguai em 2013 para 8,8 milhões de toneladas, mais que o dobro das 4 milhões de toneladas colhidas no início de 2012.

(Reportagem de Michael Hogan)