Wall Street fecha em alta por otimismo sobre manutenção de estímulos monetários

quinta-feira, 30 de maio de 2013 19:23 BRT
 

Por Angela Moon

NOVA YORK, 30 Mai (Reuters) - As bolsas dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quinta-feira, recuperando perdas da sessão anterior, depois que dados econômicos ruins aliviaram as preocupações de que o banco central norte-americano poderia começar a reduzir gradualmente sua política de estímulos ao crescimento.

Os ganhos do dia colocaram o S&P 500 no caminho certo para encerrar o mês com alta de cerca 3,6 por cento, enquanto o Dow subiu 3,3 por cento no mês até agora. O Nasdaq subiu 4,9 por cento.

As ações têm tido movimento volátil recentemente e fortemente ligado a visões alternadas sobre o futuro da política monetária do Federal Reserve. Os papéis caíram na quarta-feira diante da preocupação de que o Fed iria reduzir a compra de títulos por causa de sinais de que a economia estava se fortalecendo. Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA subiram para o maior valor em 13 meses no mesmo dia, também influenciados pela preocupação com o possível afrouxamento do Fed.

"Não será até por volta de setembro que realmente ouviremos sobre possíveis mudanças na (política do) Fed, mas o mercado é volátil, porque a estes níveis, a realização de lucros faz parte de um método de hedge para se proteger contra possíveis quedas", disse Randy Frederick, diretor de trading e derivativos da Charles Schwab, em Austin, Texas.

"Após a realização de lucros, o mercado volta a subir porque é uma grande oportunidade de compra, como de hoje."

O índice Dow Jones subiu 21 pontos, ou 0,14 por cento, para 15.324 pontos. O Standard & Poors 500 Index subiu 6 pontos, ou 0,37 por cento, para 1.654. O Nasdaq Composite Index subiu 23 pontos, ou 0,69 por cento, para 3.491.

Dados dos EUA mostraram que os pedidos de auxílio-desemprego no país subiram inesperadamente na última semana, enquanto aleitura mais recente do governo sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre veio ligeiramente abaixo das previsões.

Políticas monetárias frouxas de bancos centrais ao redor do mundo ajudaram a impulsionar tanto o Dow Jones e o S&P 500 para níveis recordes. O S&P 500 acumula alta de mais de 16 por cento neste ano até agora.   Continuação...