30 de Maio de 2013 / às 22:24 / 4 anos atrás

Wall Street fecha em alta por otimismo sobre manutenção de estímulos monetários

Por Angela Moon

NOVA YORK, 30 Mai (Reuters) - As bolsas dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quinta-feira, recuperando perdas da sessão anterior, depois que dados econômicos ruins aliviaram as preocupações de que o banco central norte-americano poderia começar a reduzir gradualmente sua política de estímulos ao crescimento.

Os ganhos do dia colocaram o S&P 500 no caminho certo para encerrar o mês com alta de cerca 3,6 por cento, enquanto o Dow subiu 3,3 por cento no mês até agora. O Nasdaq subiu 4,9 por cento.

As ações têm tido movimento volátil recentemente e fortemente ligado a visões alternadas sobre o futuro da política monetária do Federal Reserve. Os papéis caíram na quarta-feira diante da preocupação de que o Fed iria reduzir a compra de títulos por causa de sinais de que a economia estava se fortalecendo. Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA subiram para o maior valor em 13 meses no mesmo dia, também influenciados pela preocupação com o possível afrouxamento do Fed.

“Não será até por volta de setembro que realmente ouviremos sobre possíveis mudanças na (política do) Fed, mas o mercado é volátil, porque a estes níveis, a realização de lucros faz parte de um método de hedge para se proteger contra possíveis quedas”, disse Randy Frederick, diretor de trading e derivativos da Charles Schwab, em Austin, Texas.

“Após a realização de lucros, o mercado volta a subir porque é uma grande oportunidade de compra, como de hoje.”

O índice Dow Jones subiu 21 pontos, ou 0,14 por cento, para 15.324 pontos. O Standard & Poors 500 Index subiu 6 pontos, ou 0,37 por cento, para 1.654. O Nasdaq Composite Index subiu 23 pontos, ou 0,69 por cento, para 3.491.

Dados dos EUA mostraram que os pedidos de auxílio-desemprego no país subiram inesperadamente na última semana, enquanto aleitura mais recente do governo sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre veio ligeiramente abaixo das previsões.

Políticas monetárias frouxas de bancos centrais ao redor do mundo ajudaram a impulsionar tanto o Dow Jones e o S&P 500 para níveis recordes. O S&P 500 acumula alta de mais de 16 por cento neste ano até agora.

Ainda nos EUA, as vendas de casas pendentes subiram 0,3 por cento em abril para o maior nível desde abril de 2010, mas os analistas esperavam um aumento de 1,1 por cento.

Entre as notícias de empresas, a Costco Wholesale Corp, maior cadeia de armazéns dos EUA, divulgou lucro trimestral que superaram as expectativas em um centavo, embora as vendas tenham ficado abaixo das previsões. As ações caíram 0,9 por cento, para 111,88 dólares.

O setor de semicondutores teve alta após a fabricante de chips Avago Technologies prever receita corrente trimestral bem acima das expectativas. As ações da Avago saltaram 9,8 por cento, para 37,82 dólares, enquanto o índice de semicondutores PHLX subiu 1,5 por cento.

As ações da NV Energy subiram 22,5 por cento, para 23,62 dólares, depois que uma unidade da Berkshire Hathaway concordou em comprar a concessionária de energia elétrica por 5,6 bilhões de dólares.

As ações da EMC Corp, fabricantes de equipamentos de armazenamento de dados, subiram 5,4 por cento, para 24,93 dólares, depois que a empresa anunciou um dividendo trimestral e aumentou o seu programa de recompra de ações de 1 bilhão de dólares para 6 bilhões.

Cerca de 6,5 bilhões de ações foram negociadas na New York Stock Exchange, Nasdaq e NYSE MKT -- ligeiramente acima do volume médio diário de fechamento de cerca de 6,4 bilhões neste ano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below