Escritor britânico Tom Sharpe morre aos 85 anos

quinta-feira, 6 de junho de 2013 12:37 BRT
 

Por Belinda Goldsmith

LONDRES, 6 Jun (Reuters) - O romancista cômico britânico Tom Sharpe, conhecido por sua série "Wilt", que fala sobre um professor universitário assediado e atormentado pela mulher, morreu aos 85 anos, disse sua agente nesta quinta-feira.

O escritor nascido em Londres, cujo último romance "The Wilt Inheritance", seu décimo sexto, foi publicado em 2010, morreu na Espanha, onde tinha uma casa na cidade costeira de Llafranc.

"Tom Sharpe foi um de nossos grandes satiristas e um brilhante escritor: inteligente, frequentemente escandaloso, sempre muito engraçado sobre os absurdos da vida", disse Susan Sandon, editora de Sharpe na Random House, em um comunicado.

Sharpe, filho de um religioso do condado de Northumberland, no nordeste da Inglaterra, foi educado no Pembroke College da Universidade de Cambridge e prestou serviço militar durante a Segunda Guerra Mundial nos Royal Marines.

Ele disse à Reuters em um festival literário em 2010 que não planejou ser um escritor de humor, mas queria que seu primeiro romance atacasse o regime do apartheid na África do Sul, onde morou por 10 anos antes de ser expulso por sublevação em 1961.

O romance "Blott on the Landscape", de 1975, sobre a construção de uma rodovia no interior da Inglaterra, virou uma série na BBC em 1985 com David Suchet como Blott.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)