JBS comprará Seara Brasil da Marfrig por R$5,85 bi

segunda-feira, 10 de junho de 2013 08:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A JBS, maior empresa de carnes do mundo, vai comprar a Seara Brasil, divisão de aves, suínos e alimentos processados da Marfrig Alimentos, em um negócio de 5,85 bilhões de reais que vai fazer a companhia ganhar espaço num setor liderado pela BRF.

O valor de companhia da Seara Brasil será pago pela JBS através da assunção de dívidas da Marfrig, que somavam ao final de março quase 13 bilhões de reais, após uma série de aquisições nos últimos anos. A JBS, por sua vez, encerrou o período com endividamento líquido de 15,7 bilhões de reais.

O negócio, que inclui ainda participação na indústria de couros Zenda, no Uruguai, tornará a JBS a segunda maior processadora de carnes do Brasil, atrás da BRF.

Segundo as empresas, a operação "abre grande espaço para captura de sinergias e está alinhada com a estratégia de agregação de valor e construção de marcas da JBS". Uma fonte próxima das negociações havia confirmado a operação à Reuters no domingo.

A operação com a Seara também deverá marcar maior presença da JBS na área de aves e suínos no Brasil, segmentos em que a BRF detém liderança no mercado interno e na exportação.

O contrato está condicionando à aprovação pelas autoridades competentes, incluindo o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

"A celebração do contrato tem, por um lado, o objetivo de reequilibrar a estrutura de capital da Marfrig e reforçar seu foco no Brasil na área de carne bovina, de distribuição e o redirecionamento estratégico ao segmento de serviços de alimentação e acelerar o crescimento de sua plataforma internacional", afirmou a Marfrig no comunicado conjunto com a JBS divulgado ao mercado.

UM TERÇO

A receita da Seara Brasil subiu 48 por cento no primeiro trimestre, para 2,05 bilhões de reais, o equivalente a cerca de 30 por cento do faturamento total da Marfrig no período.   Continuação...