Eduardo Campos tem melhor avaliação entre 11 governadores, diz CNI/Ibope

quinta-feira, 25 de julho de 2013 14:53 BRT
 

BRASÍLIA, 25 Jul (Reuters) - O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), provável candidato à Presidência no ano que vem, tem a melhor avaliação entre 11 governadores que administram os Estados que representam 90 por cento do Produto Interno Bruto industrial do país, mostrou pesquisa CNI/Ibope nesta quinta-feira.

De acordo com a pesquisa, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria, Campos tem avaliação positiva de 58 por cento, bem à frente do segundo governador melhor avaliado, Beto Richa (PSDB), do Paraná, com 41 por cento.

Ele também lidera com folga entre os 11 governadores pesquisados quando a pergunta é sobre a maneira de governar e a confiança no governador. Segundo o Ibope, 76 por cento dos pernambucanos aprovam a maneira do presidente nacional do PSB governar e 68 por cento confiam nele.

Os números são próximos aos que a presidente Dilma Rousseff apresentava na pesquisa de junho, antes das manifestações populares que tomaram as ruas das principais cidades do país. Na ocasião, a avaliação positiva do governo Dilma era de 55 por cento, enquanto 71 por cento aprovavam a maneira como ela governava e 67 por cento confiavam nela.

Na levantamento divulgado nesta tarde, a avaliação positiva do governo federal desabou para 31 por cento (e agora empata com a avaliação negativa), a aprovação pessoal despencou para 45 por cento, mesmo percentual da confiança.

O governador pernambucano é apontado como provável candidato presidencial ao lado de Dilma, da ex-senadora Marina Silva, que busca fundar um novo partido, e do presidente do PSDB, senador Aécio Neves.

Na outra ponta, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), que nas últimas semanas têm sido alvo de protestos contrários ao seu governo, tem a menor avaliação positiva: 12 por cento.

Cabral, que não pode se candidatar à reeleição, também está na lanterna na aprovação à maneira de governar e na confiança: 29 por cento e 25 por cento respectivamente.

A sondagem também mostrou que a avaliação positiva do governo Geraldo Alckmin (PSDB), de São Paulo, maior colégio eleitoral do país, é de 26 por cento. O levantamento apontou ainda que 40 por cento aprovam a maneira do tucano de governar e 34 por cento confiam nele.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)