MMX aguarda novo acionista para definir plano de expansão

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 12:59 BRT
 

Por Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 15 Ago (Reuters) - A MMX, mineradora de Eike Batista, espera ter em breve um novo acionista que aponte os rumos da empresa, afirmou nesta quinta-feira o principal executivo da companhia.

Caberá ao novo dono da MMX escolher seu modelo de expansão e a estratégia a ser adotada pela companhia para desenvolver seu plano de investimentos.

Enquanto aguarda negociações entre interessados e seu atual acionista controlador, a empresa permanece com posição de caixa sob pressão e trabalha para usar o dinheiro de maneira eficiente até que a venda seja concluída, disse o presidente da mineradora, Carlos Gonzalez durante teleconferência com analistas.

A favor da empresa está o avançado andamento das obras do Porto do Sudeste e a expectativa de iniciar suas operações no final do ano.

A MMX possui recursos suficientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para concluir as obras necessárias que coloquem o Porto do Sudeste em operação, com 92 por cento das obras da primeira linha já concluídas, disse o executivo.

O porto, um dos ativos mais cobiçados do grupo EBX --e que tem atraído compradores para a MMX-- deverá entrar em operação no prazo estimado, no final deste ano, para embarcar 19 milhões de toneladas já em 2014, informou a empresa durante teleconferência com analistas para comentar o resultado trimestral.

Segundo Gonzalez, o resultado do segundo trimestre reduz a preocupação sobre a capacidade de cumprir compromissos de investimentos da empresa.

A mineradora do grupo EBX encerrou o segundo trimestre com um prejuízo de 441,5 milhões de reais, ampliando em 13 por cento as perdas registradas um ano antes.   Continuação...