3 de Setembro de 2013 / às 21:10 / 4 anos atrás

Prédio de Londres causa polêmica ao derreter peças de carros

Prédio Walkie Talkie é visto no centro de Londres. Ele causou polêmica por refletir a luz solar numa intensidade capaz de derreter peças automotivas. REUTERS/Stefan Wermuth

Por Tom Bill e Belinda Goldsmith

LONDRES, 3 Set (Reuters) - Um novo arranha-céu londrino que reflete a luz solar numa intensidade capaz de derreter peças automotivas se tornou na terça-feira a mais nova atração no bairro financeiro da capital britânica, enquanto a empresa incorporadora tenta encontrar uma solução rápida.

A torre de vidro, apelidada de Walke Talkie por causa do seu formato curvo, semelhante a um comunicador, já foi apontada nesta semana como culpada por ter derretido um espelho retrovisor, os painéis e um logotipo metálico de um Jaguar estacionado próximo ao prédio de 37 andares.

Lojistas em frente ao edifício, que ainda está em construção, também apontaram queimaduras nas fachadas e tapetes de seus estabelecimentos. Sob o olhar intrigado de transeuntes, equipes de TV fritaram um ovo sob o raio de sol refletido de uma parede côncava da torre.

“Achei que era quente na Turquia, mas isso é incrível”, disse Ali Akay, gerente de uma barbearia em frente ao prédio. “Os incorporadores prometeram resolver isso.”

Martin Lindsay, dono do Jaguar, disse que deixou seu carro uma hora estacionado em frente ao prédio, e ao voltar encontrou vários danos. “Não dá para acreditar que algo assim fosse acontecer”, disse ele, que teve os prejuízos pagos pela incorporadora. “Eles precisam fazer algo a respeito.”

Para evitar mais danos, três baias de estacionamento foram interditadas em frente ao prédio, cuja obra custará um total de 239 milhões de libras (371 milhões de dólares). Mas um constante fluxo de curiosos continua observando e fotografando a obra.

“Nem abriu e já é famoso”, comentou Simon Lamont, gerente de um restaurante. “Eles deveriam rebatizá-lo de Armadilha do Sol, em vez de Walkie Talkie.”

A incorporadora responsável pela obra, o Canary Wharf Group, disse que vai erguer até quarta-feira um andaime temporário no nível da rua para bloquear os raios solares refletidos, que nesta época do ano duram cerca de duas horas.

“Essa solução deve minimizar o impacto sobre a área nas próximas duas a três semanas, e depois disso o fenômeno já deve ter desaparecido”, disse a empresa em nota. “Continuamos avaliando soluções de mais longo prazo para evitar que isso não se repita no futuro.”

O Walkie Talkie, com inauguração programada para o primeiro semestre de 2014, é um entre vários prédios modernos que estão sendo erguidos numa região de Londres conhecida como Square Mile, onde 30 mil pessoas trabalham em atividades financeiras e outros serviços.

O prédio foi projetado pelo uruguaio Rafael Vinoly, e as paredes côncavas permitem uma maior área construída nos andares mais altos, que são mais valorizados.

Não é a primeira vez que Vinoly enfrenta esse tipo de problema. Há três anos, a imprensa dos EUA noticiou que o hotel Vdara, projetado por ele em Las Vegas, produzia áreas e calor intenso.

Vinoly não foi imediatamente localizado para comentar.

Reportagem de Tom Bill e Belinda Goldsmith

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below