Rússia envia mais um navio da Marinha em direção à Síria

sexta-feira, 6 de setembro de 2013 08:42 BRT
 

MOSCOU, 6 Set (Reuters) - A Rússia deslocou o navio de desembarque Nikolai Filchenkov para o leste do Mediterrâneo, reforçando a presença militar perto da Síria, informou nesta sexta-feira a agência de notícias estatal russa Interfax.

A Rússia, aliada do presidente sírio, Bashar al-Assad, diz que seus navios no leste do Mediterrâneo garantem a segurança, à medida que os Estados Unidos consideram realizar ataques militares para punir Damasco pelo suposto uso de armas químicas.

"O navio vai atracar em Novorissiysk, onde receberá uma carga especial, e seguirá para um área de serviço designada no leste do Mediterrâneo", afirmou uma fonte não identificada da Marinha à Interfax.

A fonte não deu mais detalhes e o Ministério da Defesa russo recusou fazer qualquer comentário de imediato.

O Nikolai Filchenkov não estava entre os navios que seriam deslocados para o Mediterrâneo como parte de um revezamento já planejado, segundo informou o ministro há um mês.

A Rússia afirma que não vai se envolver militarmente na Síria e se opõe a um possível intervenção dos EUA, alegando a falta de um mandato do Conselho de Segurança da ONU, onde Moscou tem bloqueado as tentativas do Ocidente de colocar pressão sobre Assad.

A disputa sobre a Síria ofuscou a cúpula do G20 em São Petersburgo nesta semana, e há pouca expectativa de que as potências mundiais consigam superar as divergências sobre o assunto.

(Reportagem de Gabriela Baczynska)