Príncipe Andrew aceita desculpas da segurança do Palácio de Buckingham

domingo, 8 de setembro de 2013 10:12 BRT
 

Por Peter Griffiths

LONDRES, 8 Set (Reuters ) - O filho da rainha Elizabeth, príncipe Andrew, aceitou neste domingo o pedido de desculpas da polícia, após ter sido parado por seguranças armados nos jardins do Palácio de Buckingham, dias após dois homens serem detidos em uma brecha da segurança da residência da monarca britânica.

A polícia gritou para o príncipe de 53 anos, o quinto na linha de sucessão ao trono, para "colocar as mãos para cima e ficar no chão ", disse o jornal Sunday Express , citando uma fonte real não identificada.

Os policiais aparentemente falharam ao reconhecer o príncipe, que passeava em plena luz do dia no fim da tarde depois de participar de um evento em Londres na última quarta-feira.

Em comunicado, o príncipe Andrew disse : "A polícia tem um trabalho difícil para fazer o balanço da segurança para a família real e dissuadir os intrusos, e às vezes erra."

"Sou grato pelo pedido de desculpas e aguardo por uma caminhada segura no jardim no futuro."

A Polícia Metropolitana de Londres confirmou anteriormente que dois de seus oficiais pararam um homem nos jardins do palácio e pediram-lhe para verificar a sua identidade.

" O homem foi identificado satisfatoriamente . Sem armas retiradas e nenhuma força foi usada ", disse a polícia em um comunicado que não nomeou o príncipe Andrew. Dois dias antes, a polícia prendeu um homem que havia sido encontrado no interior do palácio sob suspeita de roubo, dano e ofensa criminal.

Um segundo homem foi preso do lado de fora do palácio sob suspeita de conspiração para cometer roubo. Ambos foram libertados sob fiança.

A rainha não estava no palácio no momento, mas em seu castelo em Balmoral , na Escócia.

Príncipe Andrew , oficialmente conhecido como o Duque de York, teve uma carreira na Marinha Real antes de trabalhar como embaixador do comércio para o governo britânico . Ele tem duas filhas, Beatrice e Eugenie , de seu casamento de 10 anos de Sarah Ferguson.