Incêndio em submarino nuclear russo dura 5 horas

segunda-feira, 16 de setembro de 2013 07:26 BRT
 

VLADIVOSTOK, Rússia, 16 Set (Reuters) - Um incêndio irrompeu em um submarino nuclear russo que passava por reparos perto de Vladivostok e durou cinco horas nesta segunda-feira, mas autoridades da Marinha e do estaleiro disseram que não há risco de vazamento de radiação e que não houve feridos.

Uma fumaça negra emergiu do submarino Tomsk, que possui dois reatores nucleares, após o início do fogo no estaleiro de Zvezda, em Bolshoi Kamen, separada 25 km de Vladivostok por uma bacia, no mar do Japão, segundo autoridades.

"Não há ameaça de contaminação nuclear", disse uma autoridade da Marinha russa à agência de notícias estatal Itar-Tass. Autoridades regionais de emergência disseram que os níveis de radiação na área estão dentro da normalidade.

Depois que o fogo foi apagado, bombeiros continuavam a resfriar a área para garantir que o incêndio não voltasse, disse em comunicado a United Shipbuilding Corporation, que opera o estaleiro.

A empresa disse que não houve vítimas e que os dois reatores do submarino foram desligados e estavam a salvo. A companhia disse ainda que quando o incêndio começou não havia armas a bordo do submarino, que normalmente transporta 24 mísseis teleguiados.

A Marinha russa já sofreu inúmeros acidentais fatais desde o colapso da União Soviética, em 1991. O mais famoso deles foi o submarino nuclear Kursk, que afundou no mar de Barents em 2000, resultando na morte dos 118 tripulantes a bordo.

Em 2008,20 pessoas morreram no submarino Nerpa, quando o sistema de combate a incêndio disparou e lançou gás letal em compartimentos da embarcação.

(Por Steve Gutterman)