Marina sela aliança com Campos e o declara candidato à Presidência

sábado, 5 de outubro de 2013 20:40 BRT
 

Por Eduardo Simões e Anthony Boadle

BRASÍLIA/SÃO PAULO, 5 Out (Reuters) - Em um movimento surpreendente, a ex-senadora Marina Silva decidiu se aliar ao PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e o declarou neste sábado candidato à Presidência da República em 2014, numa decisão que coloca os dois ex-aliados do PT juntos na disputa contra a presidente Dilma Rousseff.

O posicionamento de Marina no tabuleiro eleitoral do ano que vem era amplamente esperado, depois que o partido que ela buscava criar com vistas às eleições, a Rede Sustentabilidade, teve o pedido de registro negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na quinta-feira. O prazo para escolha de uma legenda para as eleições do ano que vem se encerra neste sábado.

Marina era cobiçada por vários partidos que lhe ofereceram a legenda para que fosse candidata ao Palácio do Planalto. A ex-senadora preferiu, no entanto, aliar-se a Campos, filiar-se ao PSB e declarar apoio ao nome do governador pernambucano para a Presidência.

"Você tem alguma dúvida em relação a isso?", respondeu Marina em entrevista coletiva, quando questionada se apoiaria o nome de Campos para a Presidência.

"O PSB já tem um candidato, e está posto. E por que não apresentar o nosso programa a este candidato?", acrescentou a ex-senadora, que disse que também optou pelo PSB, porque essa opção seria fazer o "inesperado", o que chamou de seu "plano C".

Marina, que evitou falar na possibilidade de ser vice numa chapa encabeçada por Campos, ocupa a segunda colocação nas pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais de 2014, enquanto Campos aparece na quarta posição na preferência do eleitorado.

Recentemente o PSB anunciou sua saída do governo da presidente Dilma Rousseff, abrindo caminho para uma candidatura própria do partido à Presidência da República.

Dilma lidera a corrida eleitoral do ano que vem à frente de Marina. O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), está na terceira posição, de acordo com as pesquisas.   Continuação...

 
Ex-senadora Marina Silva comemora aliança com presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em evento em Brasília 5/10/2013 REUTERS/Ueslei Marcelino