Marinheiros norte-coreanos morrem durante "tarefas de combate"

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 09:09 BRST
 

SEUL, 4 Nov (Reuters) - Ao menos 19 marinheiros norte-coreanos morreram quando uma embarcação da Marinha naufragou durante "tarefas de combate" em frente à costa leste no mês passado, informou a mídia estatal, em um raro reconhecimento de falha do país pobre e isolado.

A mídia sul-coreana disse que o navio afundou durante um exercício militar, matando várias pessoas.

Fotos divulgadas pela agência de notícias estatal norte-coreana KCNA mostram o líder Kim Jong Un depositando flores aos pés de um memorial aos mortos circundado por pelo menos 19 sepulturas adornadas com retratos dos marinheiros.

"O caça-submarinos nº 233 afundou enquanto participava de tarefas de combate em meados de outubro", disse a KCNA.

A notícia não especificou que tipo de operação estava em andamento.

O jornal sul-coreano Choson Ilbo disse que o navio afundou durante um exercício militar, matando uma série de marinheiros, e que duas embarcações estavam envolvidas, citando uma fonte militar não identificada.

As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra desde o conflito entre 1950 e 1953, encerrado por uma trégua em vez de um tratado de paz.

A Coreia do Norte conduziu seu terceiro teste nuclear este ano em desafio a resoluções da ONU, provocando a condenação da comunidade internacional.

(Reportagem de James Pearson e Jumin Park)