Lady Gaga relata crise de abstinência ao largar maconha

sexta-feira, 8 de novembro de 2013 18:15 BRST
 

LONDRES, 8 Nov (Reuters) - Lady Gaga fumava até 15 cigarros de maconha por dia para combater as fortes dores no quadril, até que uma amiga famosa a fez abandonar o hábito, disse a extravagante cantora em entrevista à revista gay britânica Attitude.

A cantora teve uma grave lesão de quadril neste ano, o que a obrigou a cancelar mais de 20 shows e passar por cirurgia. "Eu estava fumando 15 baseados por dia. Nada de tabaco. Por dia", disse ela na entrevista divulgada na sexta-feira, em que atribui o hábito à dor no quadril.

"Eu ficava me chapando, chapando, chapando, e aí dormia para passar, e aí subia no palco, morrendo de dor, e aí saía e fumava, fumava, fumava, sem saber o que é dor."

Quem a fez parar foi a artista performática Marina Abramovic, sua amiga. "Ela disse: ‘Ok, você vai vir para a minha casa, sem televisão, sem computador, sem maconha, sem nada, nem comida. Durante três dias, só arte. Você só vai comer arte'", contou Lady Gaga.

"Tive crise de abstinência. Durante várias semanas não fumei nada. E agora fumo só um pouquinho à noite, sabe, para me divertir - não para enfrentar. Essa é a diferença. Marina foi a única pessoa que poderia me convencer a fazer isso, e não era para ser uma reabilitação."