Dilma venceria no 1º turno em todos os cenários com três candidatos, diz Ibope

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 19:10 BRST
 

SÃO PAULO, 18 Nov (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff venceria a eleição presidencial no primeiro turno em todos os cenários com três candidatos, mostrou uma pesquisa do Ibope divulgada nesta segunda-feira.

O levantamento mostrou ainda queda dos socialistas, tanto de Eduardo Campos quanto de Marina Silva, em todos os cenários pesquisados pelo Ibope.

Na simulação apontada como a mais provável, que tem Dilma, Aécio Neves (PSDB) e Campos, a presidente lidera com 43 por cento, ante 41 por cento no levantamento de outubro. Aécio manteve os 14 por cento do levantamento anterior, enquanto Campos perdeu três pontos, ficando agora com 7 por cento.

Se Marina substitui Campos como candidata do PSB, Dilma lidera com 42 por cento, contra 39 por cento em outubro. Marina soma 16 por cento, queda de cinco pontos ante outubro, e Aécio se mantém estável em 13 por cento.

Um terceiro cenário em que Serra é o candidato do PSDB e Campos o do PSB, Dilma tem 41 por cento, contra 40 por cento em outubro, enquanto o tucano aparece em segundo depois de oscilar um ponto para cima, com 19 por cento, e Campos teve queda de três pontos, para 7 por cento.

O quarto cenário, quando Serra e Marina enfrentam Dilma, a presidente tem 40 por cento, ante 39 por cento no levantamento anterior. Nessa simulação, Serra tomou a segunda posição de Marina, com 17 por cento, ante 16 por cento em outubro. A ex-senadora caiu 6 pontos e agora soma 15 por cento.

Apesar de a soma da intenção de voto de Dilma superar a soma de seus adversários nessas quatro simulações, o que indica possibilidade de vitória no primeiro turno, ainda é elevado o percentual de eleitores indecisos ou que declararam voto branco ou nulo em todos os cenários, o que poderia mudar esse resultado.

Dilma só não ganharia no primeiro turno no cenário em que aparecem cinco candidatos: além da presidente, os tucanos Serra e Aécio e os socialistas Campos e Marina.

No entanto, esse cenário não pode se concretizar na eleição, já que as legendas teriam de escolher apenas um desses candidatos para concorrer à Presidência e o prazo para filiação partidária do ano que vem já se encerrou.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre 7 e 11 de novembro em 142 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

(Reportagem de Eduardo Simões)