ArcelorMittal Tubarão elevará produção em 20% em 2014

sexta-feira, 29 de novembro de 2013 16:00 BRST
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SERRA, Espírito Santo (Reuters) - A ArcelorMittal aumentará a produção de aço de sua usina no Espírito Santo em quase 20 por cento no próximo ano e deve tomar "em breve" decisões sobre ampliações de outras unidades da siderúrgica no Brasil, afirmou o presidente da companhia para América do Sul, Benjamin Baptista.

A unidade capixaba, ArcelorMittal Tubarão, completa 30 anos de operações no sábado e se prepara para retomar sua capacidade total de produção de 7,5 milhões de toneladas de aço bruto por ano a partir do fim de junho de 2014.

Os planos do maior grupo produtor de aço do mundo incluem Tubarão como fornecedora de parte das placas que abastecerão a usina laminadora no Alabama, nos Estados Unidos, se ela for de fato vendida pela alemã ThyssenKrupp à ArcelorMittal e Nippon Steel.

"Se a gente comprar Alabama, com certeza parte da produção daqui vai para lá", afirmou Baptista, durante encontro com um pequeno grupo de jornalistas do Espírito Santo e a Reuters na quinta-feira.

Nesta sexta-feira, fontes com conhecimento do assunto afirmaram à Reuters na Alemanha que a ThyssenKrupp deve concluir a venda da unidade no Alabama por cerca de 1,5 bilhão de dólares para um consórcio formado por ArcelorMittal e Nippon Steel.

A expectativa é que o negócio deva ser anunciado após o fechamento do mercado norte-americano ainda nesta sexta, disseram as fontes.

Baptista, ao ser perguntado se a companhia realmente acertou um acordo para a compra da unidade do grupo alemão nos EUA, pediu para aguardar. "Quem tem que falar sobre Alabama é o senhor (presidente-executivo da ArcelorMittal, Lakshmi) Mittal, esperem até segunda-feira."

Ele não deu mais detalhes sobre o assunto, afirmando apenas que atualmente as necessidades de placas da ArcelorMittal nos EUA estão sendo supridas pela unidade da companhia no México.   Continuação...