Korean Air planeja levantar US$3,3 bi para reduzir dívidas

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 07:22 BRST
 

SEUL,19 Dez (Reuters) - A Korean Air Lines planeja levantar 3,5 trilhões de wons (3,33 bilhões de dólares) em dois anos através da venda de ativos, como ações na refinaria S-Oil Corp, para pagar dívidas e dar suporte à deficitária afiliada Hanjin Shipping Co.

O nível de endividamento da companhia aérea subiu este ano, depois do investimento em aeronaves eficientes em termos de combustível.

Por sua vez, a maior linha de transporte naval da Coréia do Sul sofreu com margens cada vez menores em meio a um mercado de transporte lento, também afetada por uma substancial perda cambial. A Korean Air é a maior acionista da holding da Hanjin Shipping.

A companhia aérea vai vender 30 milhões de ações na S-Oil através de uma de suas unidades para levantar 2,2 trilhões de wons, e vender outros ativos, como imóveis e 13 aeronaves mais antigas, incluindo modelos como o B747-400 e B777-200, disse a Korean Air em um comunicado nesta quinta-feira.

A companhia aérea mantém conversas com a Saudi Arabian Oil Company (Saudi Aramco) para vender as ações na S-Oil no primeiro trimestre de 2014, disse o vice-presidente financeiro da Korean Air, Lee Sang-kyoon, em uma reunião de investidores nesta quinta-feira.

A Saudi Aramco detém uma fatia de controle de 35 por cento na S-Oil. A Korean Air possuía 28,4 por cento em 30 de setembro, através da subsidiária Hanjin Energy Co.

(Por Joyce Lee)