Carlyle entra no enfraquecido setor de refino da Europa

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 13:32 BRST
 

VIENA, 19 Dez (Reuters) - A gigante de private equity Carlyle fez uma entrada surpresa no combalido setor de refino da Europa, numa parceria com a trader suíça Vitol para serem coproprietárias de ativos de refino, armazenamento e distribuição na Suíça e na Alemanha.

O Carlyle e a Vitol anunciaram nesta quinta-feira a criação da joint venture Varo Energy e a compra de uma participação de 45 por cento na refinaria alemã Bayernoil do grupo austríaco de petróleo e gás OMV.

"O Carlyle está comprometido com a criação deste grande negócio de energia no noroeste europeu e oferece uma oportunidade única de combinar nossa experiência internacional em petróleo e gás com os recursos que temos disponíveis na plataforma global de energia da Carlyle", disse Marcel van Poecke, diretor-administrativo e presidente do Carlyle International Energy Partners (CIEP).

O valor do acordo não foi divulgado.

A venda da Bayernoil conclui os planos da OMV de reduzir a capacidade de refino anual em 4,6 milhões de toneladas, para 17,4 milhões de toneladas, conforme ela busca alienar sua participação no setor de refino da Europa, que tem sofrido nos últimos anos com baixas margens de lucro.

A venture da Carlyle e Vitol ainda assim vê oportunidades no acordo.

A Varo Energy já é proprietária da refinaria de 68.000 barris por dia (bpd) de Cressier, na Suíça, e de instalações de armazenamento no porto da Antuérpia e na Alemanha.

(Por Georgina Prodhan)

 
Vista geral do lobby do escritório do Carlyle Group em Washington. A gigante de private equity Carlyle fez uma entrada surpresa no combalido setor de refino da Europa, numa parceria com a trader suíça Vitol para serem coproprietárias de ativos de refino, armazenamento e distribuição na Suíça e na Alemanha. 03/05/2012 REUTERS/Jonathan Ernst