Forças de paz do Chade disparam contra manifestantes na República Centro-Africana

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013 18:30 BRST
 

BANGUI, 23 Dez (Reuters) - Forças de paz do Chade dispararam contra uma multidão que se manifestava contra sua presença em Bangui, a capital da República Centro-Africana, onde pelo menos nove pessoas foram mortas em violência interreligiosa nesta segunda-feira.

Manifestantes disseram que os chadianos mataram uma pessoa e feriram várias outras.

O confronto é o mais recente sinal da crescente tensão entre a população majoritariamente cristã de Bangui e as forças do Chade, complicando os esforços internacionais para aplacar a violência no enorme país africano, sem saída para o mar.

Moradores acusam as tropas do Chade de tomarem partido em favor dos combatentes Seleka, que provocaram uma onda de saques, estupros e matanças depois de derrubarem o presidente François Bozizé, em março. Boa parte dos rebeldes Seleka é originária dos vizinhos Chade e Sudão.

Combates esporádicos ocorreram em várias partes de Bangui entre homens armados do Seleka e milícias cristãs de autodefesa, chamadas de anti-balaka. Um funcionário da Cruz Vermelha disse que pelo menos nove corpos haviam sido recolhidos nesta segunda-feira de ruas da cidade, situada à beira-rio.

Um integrante da missão de paz da União Africana (Misca) confirmou que tropas chadianas entraram em confronto com manifestantes perto do aeroporto de Bangui, mas não deu detalhes.

(Reportagem de Paul Marin Ngoupana)