Israel bombardeia 29 alvos em Gaza após ataque com foguetes

quarta-feira, 12 de março de 2014 20:45 BRT
 

JERUSALÉM, 12 Mar (Reuters) - Israel bombardeou 29 alvos na Faixa de Gaza nesta quarta-feira, segundo o Exército israelense, depois que militantes palestinos no território costeiro dispararam 60 foguetes contra o país, na mais pesada barragem de projéteis desse tipo desde 2012.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse ter ordenado que os militares "tomassem as medidas necessárias para restabelecer a calma" no sul de Israel, e que "se não houver calma no sul, então haverá barulho na Faixa de Gaza, e isso é um eufemismo".

O lançamento de foguetes, que não causou vítimas, segundo a polícia, foi assumido pelo grupo Jihad Islâmica um dia depois de Israel ter matado três de seus integrantes em um ataque aéreo em Gaza.

Um porta-voz militar disse que 60 foguetes atingiram Israel "em um ataque coordenado simultâneo", dos quais cinco alcançaram áreas com construções.

Israel bombardeou 29 alvos de militantes em resposta, disse ele.

Tanques das forças israelenses dispararam granadas em resposta ao que o porta-voz descreveu como "dois pontos de terroristas" na Faixa de Gaza.

Aviões de guerra israelenses bombardearam cinco campos de treinamento de militantes, segundo autoridades palestinas e testemunhas. Não havia de imediato informações sobre vítimas no território palestino.

"É uma barragem (de foguetes) como não víamos há dois anos", disse à Rádio do Exército de Israel o funcionário municipal Haim Yellin, morador no sul do país, referindo-se à guerra de oito dias entre Israel e militantes palestinos na Faixa de Gaza em Novembro de 2012.

Sirenes soaram em várias localidades em todo o sul de Israel para avisar os moradores que deveriam abrigar-se. Alertas gerais orientaram todos na área a permanecer dentro de casa.   Continuação...