Malásia diz que avião desaparecido caiu no Oceano Índico

segunda-feira, 24 de março de 2014 14:23 BRT
 

Por Stuart Grudgings

KUALA LUMPUR, 24 Mar (Reuters) - O avião da Malaysia Airlines que desapareceu mais de duas semanas atrás caiu no sul do Oceano Índico, disse o primeiro-ministro malaio, Naji Razak, nesta segunda-feira, citando novos dados de satélite.

Uma nova análise de satélite da Grã-Bretanha mostrou que o voo MH370, com 239 pessoas a bordo, foi visto pela última vez no Oceano Índico, a oeste de Perth, na Austrália, informou o premiê em um comunicado.

"Esta é uma localização remota, longe de quaisquer possíveis locais de pouso", disse Najib.

"Assim, é com profunda tristeza e lamento que devo informá-los que, de acordo com estes novos dados, o voo MH370 terminou no sul do Oceano Índico."

Najib acrescentou que as famílias de passageiros e tripulantes foram informadas dos desdobramentos.

Seus comentários aconteceram num momento em que um navio australiano estava perto de encontrar possíveis destroços de um avião após uma série crescente de visualizações de objetos flutuando que se acredita serem parte do avião.

Os objetos, descritos como "circulares e cinzas ou verdes" e "retangulares laranjas", foram vistos na tarde de segunda-feira no horário local, disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, acrescentando que três aviões também estão a caminho da área.

O voo MH370 desapareceu dos radares civis menos de uma hora depois de decolar de Kuala Lumpur rumo a Pequim em 8 de março. Desde então não houve nenhuma visualização confirmada da aeronave e não há pistas sobre o que deu errado.   Continuação...