Federal Reserve vai revisar testes de estresse após correção

sábado, 29 de março de 2014 16:35 BRT
 

Por Douwe Miedena

WASHINGTON, 29 Mar (Reuters) - O Federal Reserve, o banco central norte-americano, disse neste sábado que está revendo os procedimentos do rígido exame que os bancos precisam passar anualmente para provar sua saúde financeira, após ter que corrigir os resultados.

O banco central dos Estados Unidos, que considera esses testes de estresse cada vez mais importantes para resguardar a saúde da indústria financeira depois da crise, pode ajustar seus procedimentos, disse um porta-voz. "Estamos averiguando como esse erro aconteceu e tentando prevenir que ele se repita", disse.

Na última quarta-feira o Fed rejeitou os planos do Citigroup de pagar mais dividendos aos acionistas por causa do resultado dos testes, na segunda vez em três anos em que o banco não consegue a aprovação.

Foi um abalo na tentativa do executivo-chefe, Michael Corbat, de tentar consertar a relação do Citi com os órgãos reguladores desde que assumiu o emprego, no fim de 2012, com as ações do banco caindo mais de 5 por cento depois dessa notícia.

Em 21 de março, o Fed precisou mudar os resultados de 30 bancos no exame anual de saúde financeira, que simula o ataque de uma crise tão grande quanto a de 2007-2009, um dia depois de publicar os dados.

A correção, no entanto, não levou a modificações de quem passou no teste, e a maioria dos bancos não mudou a relação de capital ou, no máximo, sofreu uma diferença de 0,1 por cento.

O Fed disse que as relações foram ajustadas por causa de inconsistências nas formas como os testes avaliaram ações de capital no quarto bimestre de 2012 e suposições relacionadas a remuneração.

Todo ano, o processo é revisado, acrescentou o porta-voz. As informações foram publicadas no The Wall Street Journal.