Dilma cai de 40% para 37% mas ainda seria reeleita no 1º turno, diz Ibope

quinta-feira, 17 de abril de 2014 19:02 BRT
 

BRASÍLIA, 17 Abr (Reuters) - As intenções de voto na presidente Dilma Rousseff caíram de 40 por cento em março para 37 por cento em abril, mas a presidente ainda seria reeleita no primeiro turno, de acordo com pesquisa Ibope publicada nesta quinta-feira.

Divulgada pelo site de notícias G1, a pesquisa aponta a vitória de Dilma no primeiro turno das eleições de outubro em dois cenários, seja com o ex-governador Eduardo Campos ou com a ex-senadora Marina Silva concorrendo pelo PSB.

Com Campos como candidato, Dilma teria 37 por cento, contra 14 por cento do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) e 6 por cento para o ex-governador de Pernambuco. Brancos e nulos somaram 24 por cento.

A sondagem aponta que Dilma manteria os 37 por cento e Aécio os 14 por cento em um cenário em que Marina encabeça a chapa no lugar de Campos. Nesse caso, Marina, que foi terceira colocada na eleição presidencial de 2010, aparece com 10 por cento das intenções. Brancos e nulos somaram 23 por cento.

Na segunda-feira, Campos anunciou sua pré-candidatura à Presidência da República pelo PSB, oficializando Marina Silva como pré-candidata a vice-presidente.

A pesquisa Ibope entrevistou 2002 pessoas em 140 municípios entre os dias 10 e 14 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 
A presidente Dilma Rousseff durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, no início de abril. 01/04/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino