Lula diz a Moro que se for absolvido juiz tem que estar preparado para sofrer ataques

quarta-feira, 10 de maio de 2017 21:55 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, na conclusão do depoimento que prestou ao juiz Sérgio Moro, que caso haja indicações de que será absolvido no processo a que responde na operação Lava Jato, as críticas ao magistrado vão aumentar.

"Esses mesmos que me atacam hoje, se tiverem sinais de que serei absolvido, prepare-se porque os ataques ao senhor serão maiores", disse Lula, em suas considerações finais.

O magistrado respondeu ao ex-presidente que "infelizmente" ele já é atacado por bastante gente, inclusive por blogs simpáticos a Lula.

Assim como em outros momentos do depoimento, Moro disse a Lula que ele será julgado com base nas provas do processo.

Em vários momentos das considerações finais, Lula e Moro protagonizaram embates. O ex-presidente disse que está sendo alvo de um complô do Ministério Público com a imprensa, os quais divulgavam informações sobre ele vazadas.

Moro, entretanto, tentou interromper as considerações mais políticas do ex-presidente, dizendo que elas fugiam ao alcance do processo.

"O senhor tem acesso depois à televisão, a programas políticos e aí o senhor pode fazer essas declarações", avaliou Moro.

O depoimento de Lula refere-se ao processo sobre o apartamento tríplex no Guarujá (SP), que, segundo a acusação, teria sido dado a Lula pela empreiteira OAS em troca de contratos com a Petrobras. A defesa do ex-presidente afirma que o apartamento não é e nunca foi de Lula, que teria apenas uma opção de compra, nunca exercida.

Lula afirmou, durante o depoimento a Moro, que nunca houve a intenção de obter o tríplex.   Continuação...

 
Moro, em evento em Brasilia
 30/3/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino