CORREÇÃO-ENTREVISTA-Amorim espera decisão de caça no 1o semestre

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 14:36 BRST
 

(Corrige no primeiro parágrafo que ministro espera decisão para primeiro semestre deste ano, não trimestre)

Por Ana Flor

BRASÍLIA, 19 Jan (Reuters) - O ministro da Defesa, Celso Amorim, espera para o primeiro semestre deste ano uma decisão do governo sobre a compra de 36 novos caças para a Força Aérea Brasileira (FAB), uma aquisição de cerca de 10 bilhões de reais que visa modernizar a frota e substituir as aeronaves usadas atualmente.

A opção de adiar a escolha foi tomada no início do ano passado pela presidente Dilma Rousseff, que priorizou o corte de gastos em seu primeiro ano de governo.

"A presidenta está consciente da importância, e eu espero que isso possa ser encaminhado em breve, eu não quero fixar prazo. Você pergunta a minha expectativa, eu gostaria que fosse tomada no primeiro semestre, porque leva um tempo, depois de tomar a decisão, para concretizar, para chegar o primeiro avião", disse o ministro em entrevista à Reuters.

O ministro avaliou que a manutenção dos Mirage 2000, atualmente usados pela FAB, ficará excessivamente cara a partir de 2013, o que aumenta a importância da escolha do modelo que os substituirá.

"Os nossos Mirage no final de 2013 não poderão continuar, ou a manutenção vai se tornar excessivamente cara... No fundo você deixa de gastar de um lado e gasta do outro", afirmou.

O processo de escolha do novo caça para a FAB, conhecido como FX-2, se arrasta desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Estão no páreo os caças Rafale, da francesa Dassault; o F-18 Super Hornet, da norte-americana Boeing; e o Gripen NG, da sueca Saab.   Continuação...