Governo de SP ainda não decidiu sobre renovação da Cesp--Alckmin

quinta-feira, 22 de novembro de 2012 19:40 BRST
 

BRASÍLIA, 22 Nov (Reuters) - O governo do Estado de São Paulo ainda não tem uma posição sobre a possível renovação antecipada das concessões da Cesp que vencem entre 2015 e 2017, afirmou nesta quinta-feira o governador paulista, Geraldo Alckim.

"Ainda não, vamos avaliar até o dia 4 (de dezembro)", disse a repórteres, referindo-se ao prazo fixado pelo governo federal para que as companhias elétricas envolvidas na proposta decidam se vão aderir.

A Cesp, controlada pelo governo estadual de São Paulo, já havia informado que vai contestar as novas tarifas e a indenização oferecida pela União pelo investimento não amortizado em suas usinas no processo de renovação antecipada das concessões.

Se a Cesp não renovar as concessões das usinas de Ilha Solteira, Três Irmãos e Jupiá, poderá subtrair uma potência total de quase 5,8 mil megawatts (MW) do portfólio de ativos de geração que é alvo da medida provisória 579, a qual está no Congresso.

(Por Leonardo Goy)