November 24, 2012 / 8:28 PM / 5 years ago

À frente de Alonso no grid, Massa quer terminar temporada em alta

3 Min, DE LEITURA

Por Camila Moreira e Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Depois de superar as especulações de que não continuaria na Ferrari e renovar com a equipe italiana por mais um ano, Felipe Massa conseguiu um desempenho melhor do que seu colega Fernando Alonso no treino classificatório para o Grande Prêmio do Brasil neste sábado e buscará terminar o ano em alta.

Mesmo com Alonso disputando o título com o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, Massa sairá no grid em quinto lugar, com Alonso apenas em sétimo depois de ganhar uma posição devido a uma punição a Pastor Maldonado, da Williams.

"A postura é ter a melhor corrida possível. Quero chegar à frente do quinto lugar; é sempre isso que temos que seguir. Quero fazer tudo que posso para ter uma grande corrida na frente do meu povo", disse Massa após o treino classificatório.

"Não é a primeira vez que sou competitivo em São Paulo e tenho um grande carro para pilotar. Não fomos tão rápidos quanto McLaren e Red Bull, mas equilíbrio é o que eu quero", completou, referindo-se às quatro primeiras posições no grid.

Lewis Hamilton, da McLaren, largará da pole seguido por seu companheiro Jenson Button. Mark Webber e Sebastian Vettel, da Red Bull, sairão em terceiro e quarto, respectivamente.

Apesar de chegar à última corrida da temporada sem condições de disputar o título, com 107 pontos contra 273 pontos de Vettel e 260 de Alonso, Massa considerou que teve um bom ano.

"Estou muito satisfeito com o campeonato. O grande culpado por não estar disputando o título sou eu, pois não fui bem no começo do ano. Agora estou me preparando para o ano que vem, é só o que eu estou pensando", disse Massa.

O brasileiro renovou seu contrato com a Ferrari para 2013 em outubro, em meio a especulações de que Vettel pode se juntar a Alonso na equipe italiana a partir de 2014. Massa faz parte da família Ferrari há uma década, tornando-se piloto em 2006.

Em 2008 ele foi vice-campeão mundial, perdendo para Hamilton por um ponto. A última de suas 11 vitórias foi no Brasil, justamente naquele ano.

Massa voltou a descartar uma manobra como a que a Ferrari fez na última corrida, nos Estados Unidos, em que o brasileiro tomou uma penalidade por romper um lacre da caixa de câmbio com o objetivo de fazer Alonso mudar sua posição no grid e largar do lado "limpo" da pista.

Sobre as chances de seu colega de equipe conquistar o campeonato -Vettel precisa apenas terminar em quarto para garantir o título independentemente do resultado de Alonso --, Massa não mostrou muito otimismo.

"Não podemos esquecer que aqui a posição dele é muito difícil. Ele está atrás nos pontos e está largando atrás. A chance do Alonso é se acontecer algo com Vettel, ou se houver uma condição diferente, como por exemplo se chover. Em condições normais, é muito complicado", disse Massa.

A meteorologia prevê 90 por cento de chance de chover no domingo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below