Petrobras quer vender todos os ativos de refino no exterior-fonte

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 17:53 BRST
 

Por Leila Coimbra

RIO DE JANEIRO, 29 Nov (Reuters) - A Petrobras planeja vender todas as suas refinarias no exterior, incluindo uma unidade inteira e a participação em outra na Argentina, disse nesta quinta-feira uma fonte da companhia.

A venda faz parte do plano de desinvestimento da Petrobras, num momento em que a empresa avalia que já não é tão lucrativo ter ativos de refino onde não conta com produção de petróleo e distribuição relevantes.

A estatal detém 100 por cento de uma refinaria em Pasadena, nos EUA, e a totalidade de uma outra unidade no Japão (Nansei Sekiyu), que já estavam à venda.

E agora quer vender também os ativos de refino, de menor porte, na Argentina.

"O objetivo é concentrar o refino próximo ao centro consumidor, que é no Brasil. E (ter) unidades de refino sem o restante da cadeia (produção de petróleo e postos de revenda) não é tão lucrativo", disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

Procurada, a Petrobras não comentou o assunto.

A empresa prevê desinvestimentos totais, dentro do Plano de Negócios e Gestão 2012-2016, de 14,8 bilhões de dólares.

Na Argentina, a estatal brasileira possui 100 por cento da refinaria Ricardo Eliçabe, em Bahia Blanca, e também participação de 28,5 por cento na refinaria do Norte (Refinor), na Província de Salta.   Continuação...