Leilão de energia A-5 é adiado para 10h30

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 10:23 BRST
 

SÃO PAULO, 14 Dez (Reuters) - O leilão de energia A-5, que irá contratar energia que começa a ser entregue em 2017, foi adiado das 10h para as 10h30 desta sexta-feira, aguardando a suspensão de decisão da Justiça que excluiu a hidrelétrica Sinop (MT) do certame, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

A decisão que impede a participação da usina no certame foi emitida pela Justiça Federal na cidade de Sinop, no final da quarta-feira, atendendo ação movida pelo Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Mato Grosso e Sindicato Rural de Sinop.

Os ministérios públicos consideraram que o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (Rima) da usina possuem problemas que comprometem o meio ambiente.

O leilão A-5 habilitou 14.181 megawatts (MW) de projetos para participação, dos quais 988 MW são de hidrelétricas (considerando Sinop), 363 MW de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), 11.879 MW de eólicas, 583 MW de termelétricas a biomassa e 368 MW de usinas a gás natural.

A energia das hidrelétricas será contratada na modalidade por quantidade de energia, em contrato de 30 anos. Já na modalidade por disponibilidade de contratação de energia, em contratos de 20 anos, disputam os empreendimentos de fontes eólica e de termelétricas a biomassa ou a gás natural.

Venderão energia os empreendimentos que oferecerem o maior deságio em relação aos preços-teto estabelecidos, até que seja atendida a necessidade de demanda a ser contratada pelas distribuidoras de energia elétrica.

(Por Anna Flávia Rochas)