BC vê Brasil crescendo 1% em 2012 e com mais inflação--relatório

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 16:48 BRST
 

Por Luciana Otoni

BRASÍLIA, 20 Dez (Reuters) - O Banco Central reduziu a previsão para o crescimento da economia brasileira neste ano a 1 por cento, ante 1,6 por cento, ao mesmo tempo em que piorou sua perspectiva para inflação em 2012, mas melhorou ligeiramente a de 2013.

Se confirmado, será o pior desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) do país desde 2009, auge da crise internacional, quando houve contração de 0,3 por cento.

Segundo o Relatório Trimestral de Inflação da autoridade monetária divulgado nesta quinta-feira, a redução nas contas deste ano veio da piora das previsões para quase todas as variáveis que compõem o PIB, com destaque para a queda do investimento, que passa a ser de 3,5 por cento, ante a indicação anterior de recuo de 1,3 por cento.

O BC também piorou sua estimativa de contração para o setor industrial a 0,5 por cento, ante 0,1 por cento, neste ano. Já a estimativa de alta do setor serviços foi atualizada para 1,6 por cento, menor do que os 2,2 por cento esperados em setembro.

Para este ano, houve melhora nas contas sobre o setor agropecuário, mas ainda com retração: agora, a autoridade monetária calcula em 1 por cento, ante 1,4 por cento, devido ao desempenho das culturas de café e milho no terceiro trimestre.

A autoridade monetária também vê menor demanda interna, indicando que a alta no consumo das famílias será de 3 por cento, ante 3,3 por cento anteriormente, e que o consumo do governo será 3,2 por cento maior, frente à previsão anterior de 3,7 por cento.

Para 2013, no entanto, o BC vê recuperação da economia, e calcula que, em quatro trimestres, o PIB crescerá 3,3 por cento no terceiro trimestre do próximo ano.

"A economia brasileira segue em recuperação, conforme evidenciado pela evolução das taxas de crescimento trimestrais do PIB na margem. Esse processo tende a ser intensificado em 2013, em parte, em decorrência de impactos cumulativos das ações de política recentemente implementadas", informou o BC via o relatório.   Continuação...

 
Vista da sede do Banco Central em Brasília. O Banco Central reduziu a previsão para o crescimento da economia brasileira neste ano a 1 por cento, ante 1,6 por cento, ao mesmo tempo em que piorou sua perspectiva para inflação em 2012, mas melhorou ligeiramente a de 2013. 22/09/2011 REUTERS/Ueslei Marcelino