21 de Dezembro de 2012 / às 18:08 / 5 anos atrás

Anglo American recebe liberação para retomar Minas-Rio

21 Dez (Reuters) - A mineradora britânica Anglo American obteve nesta sexta-feira a última liberação que precisava para retomar por completo a construção do projeto Minas-Rio, seu maior projeto global, informou a empresa.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu autorização para intervenções em áreas de mata atlântica na região onde será implantada a linha de transmissão de energia da planta de beneficiamento do projeto.

Com a liberação do órgão ambiental, foram cumpridas todas as exigências do Ministério Público para retirada da terceira e última ação civil contra as obras.

O empreendimento encontra-se em fase de implantação nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, e as obras serão retomadas imediatamente.

"Com a anuência do órgão ambiental, a empresa poderá retomar as obras de instalação da linha de transmissão em toda a sua extensão", disse em nota.

As obras haviam sido interrompidas em abril de 2012 devido à ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Minas Gerais.

"A retomada dos trabalhos para a instalação da linha de transmissão é uma conquista", disse Paulo Castellari, presidente da Unidade de Minério de Ferro Brasil da Anglo American, na nota.

A linha de transmissão percorrerá um trajeto de aproximadamente 90 quilômetros, da subestação elétrica na cidade mineira de Itabira até o município de Conceição do Mato Dentro, localizado na região central de Minas Gerais, informou a empresa.

Em setembro a Anglo American já havia cumprido exigências, liberando a construção do britador primário e de transportadores na área da mina.

A execução das obras do projeto está dentro do cronograma para os elementos que não foram afetados por restrições legais e de acesso a terra, com a continuação dos trabalhos para a conclusão do programa de acesso às terras do mineroduto.

A primeira fase do Minas-Rio atingirá capacidade de produção de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro.

O projeto inclui uma mina de minério de ferro e uma unidade de beneficiamento em Minas Gerais. Prevê também o maior mineroduto do mundo, com 525 quilômetros de extensão, atravessando 32 municípios mineiros e fluminenses.

Também está no projeto um terminal de minério no Porto de Açu, localizado em São João de Barra, no Rio de Janeiro. O primeiro embarque de minério de ferro do Minas-Rio está previsto para o segundo semestre de 2014, informou a empresa.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below